search

Finis Gloriae Mundi

21,20 €
Com IVA

Título: Finis Gloriae Mundi, Autor(es): Fulcanelli

Observações: Novo.

Quantidade

Confesso ter ficado surpreso, para não dizer perplexo - e por muito menos o ficaria - ao receber no final de julho de 1999 uma longa carta, datada de 25 de julho de 1999, encaminhando-me um manuscrito com o título de Finis Gloriae Mundi. Procurei logo a assinatura da carta e meu espanto foi ainda maior quando li a última linha:

Do vosso Fulcanelli, Frater Adeptus Heliopolitensis

Em verdade, eu já conhecia a obra com a assinatura “Fulcanelli” graças a meu amigo de longa data Eugène Canseliet, a quem tive a honra - e a alegria - de ser apresentado em 1934, aos 9 anos de idade, por Paul Le Cour.

Lembrava-me do primeiro parágrafo do prefácio de Eugène, escrito em 1958 para a segunda edição das Demeures Philosophales, publicada em 1960 pela Omnium Littéraire, dos Champs-Elysées. Além disso, o fundador da editora, Jean Lavritch, casado com uma amiga de minha mãe, Sonia Bentkovski, também editara Paul Le Cour. Aliás, foi por intermédio deste último que Eugène Canseliet conheceu a Omnium Littéraire.

Permito-me reproduzir aqui o citado parágrafo: “Les Demeures Philosophales, que temos a honra de prefaciar novamente, não seria o último livro de Fulcanelli. Com o título de Finis Gloriae Mundi (O Fim da Glória do Mundo), existia uma terceira parte, que o autor omitiu e que teria transformado sua obra didática na mais extraordinária das trilogias alquímicas”.

Adepto da Grande Arte, Fulcanelli é sem dúvida o nome que mais tem marcado a história contemporânea da alquimia. Seus três livros pertencem ao século XX, mas sua erudição é a destilação paciente de séculos de sabedoria. As obras anteriores, “O Mistério das Catedrais” e “As Mansões Filosofais” tornaram-se verdadeiras bíblias dos alquimistas contemporâneos.

Em 1999, Jacques d’Arès trouxe à luz um manuscrito assinado por Fulcanelli, com o título de Finis Gloriae Mundi, que causou verdadeiro furor entre os alquimistas franceses. O texto, ora apresentado pela primeira vez em língua portuguesa, é de uma erudição admirável e desvenda alguns dos segredos até hoje muito bem guardados, proporcionando além disso conselhos preciosos para os alquimistas e estudiosos do pensamento esotérico ocidental em atividade neste novo milénio.

Ampliando de forma surpreendente a compreensão de suas obras anteriores, neste livro Fulcanelli revela os segredos da Grande Arte para entender a Grande Obra: a “Chave” final sobre a transformação alquímica e o “fim do mundo” como o conhecemos.

Ano: 2008, 1.ª Edição

Editora: Pensamento

Páginas: 117

Observações: Novo.

Pensamento
3 Itens
 

Política de segurança (editar com o módulo Garantia do cliente)

 

Política de entrega (editar com o módulo Garantia do cliente)

 

Política de devolução (editar com o módulo Garantia do cliente)